Boletim Informativo

Boletim Informação

Boletim Informação nº 75 (pdf)

Neste Boletim Informação, focamos a nossa atenção nas novas instalações e na retoma das atividades do Clube EDP Lisboa.

Boletim nº75 | setembro 2021

Editorial de Filipe Samarra

A Nova Normalidade

Depois destes longos meses de confinamento, devido à pandemia covid-19, o avanço do processo de vacinação está a permitir que voltemos gradualmente às nossas atividades, profissionais e sociais, apesar dos constrangimentos ainda inevitáveis, ditados pela DGS e OMS, mas que o bom senso nos aconselha, pois é latente que a pandemia ainda não terminou, e apesar das razões económicas e de saúde mental que nos impelem ao regresso à normalidade, o mesmo deve ser feito com todos os cuidados e cautelas, para não colocarmos em causa todo o trabalho de resiliência que temos feito até aqui.

Posto isto, está na hora de voltarmos a devolver o nosso Clube aos Sócios e para isso temos a nova Sede (na Av. Defensores de Chaves, nº 52 – A) a ultimar os preparativos para a sua abertura, por forma a podermos acolher condignamente os nossos associados, seja para algumas das atividades que poderemos iniciar a breve trecho, ou eventualmente  alguma confraternização que seja possível, de acordo com as regras sanitárias e sociais em vigor, e que daremos a conhecer mais pormenorizadamente no próximo boletim.

Ainda a propósito da nova sede, já tivemos oportunidade de referir todas as dificuldades na aquisição do atual espaço e das inevitáveis limitações, pois fica aquém das necessidades do espólio e das atividades do Clube, acresce ainda que as obras necessárias a dotar estas instalações das condições necessárias ao acolhimento dos associados, ao desempenho dos funcionários e das atividades, coincidiu com o período desta crise sanitária, o que dificultou significativamente a sua conclusão, que só foi possível graças aos esforço de muitos amigos (diretores, funcionários, sócios) que ao longo de várias semanas e meses, prestaram de forma voluntária e altruísta a sua colaboração e que aproveitamos esta oportunidade para deixar aqui um “Grande Bem Haja”.

O regresso às viagens, apesar de já ser possível, vai ficar adiado por mais algum tempo, pois no caso dos passeios turísticos no país as atuais normas das DGS para a sua realização, são muito limitativas das viagens em grupo e no caso das viagens para o estrangeiro, o risco de alterações e até de cancelamento, são significativos, pelo que vamos aguardar com serenidade, melhores dias para podermos voltar a viajar em segurança. Apenas uma ressalva, por estarmos presentemente em conversações com a agência com quem tínhamos estabelecido um protocolo para a realização duma viagem de sonho à Indochina, mas que o início da pandemia obrigou ao cancelamento, forçando à emissão parcial de vouchers com validade até ao fim do corrente ano, pelo que aguardamos a apresentação de programas alternativos para os mesmos possam ser utilizados pelos eventuais interessados, cuja pretensão já nos foi manifestada, em algum programa para o corrente ano. Relevamos, que caso os referidos vouchers não sejam utilizados até ao término de validade, o seu reembolso será assegurado pelo Fundo de Garantia das Agências de Viagens, a partir de 1 de Janeiro de 2022, conforme legislação especial emitida para o efeito.

Boletim Informação nº 75 (pdf)